228

LÁ NUMA ILHA PERDIDA

Lá numa ilha perdida : [1.º v.º] / [Vitorino Nemésio]. – 1933 Mar. 22. – [6] p. em [2] f. ; 16 cm ou menos

Autógrafo com emendas. – Mss. do poema «À memória de Roberto de Mesquita, poeta verlainiano e escrivão da Fazenda nas Flores»: inclui uma versão rascunhada (recto e verso) e uma cópia limpa datada de 22 Mar. 1933, contendo no verso um soneto datado de 25 Mar. 1933: «Os sonetos de amor, os versos, o melaço» [1.º v.º].

BN Esp. E11/cx. 50

Meses, senão anos, tenho levado à espera do assento interior necessário à arrumação das minhas ideas, sôbre êste amigo póstumo, que nos próprios Açores ninguém conhece nem louva. Porque êle exprimiu em parte uma coisa que todo o ilhéu gostaria de dar antes da morte: a angústia e doçura de ser sòzinho no mar.

[RP], Jan. 1939, p. 248

 
 
 
 
     
 
 
  Horário: de 2.ª a 6.ª feira: 10h-19h Sábado: 10h-17h
Campo Grande, 83 1749-081 Lisboa
Tel.: 21 798 2000 / Fax: 21 798 2142 / Correio-e: bn@bn.pt