Obra
Chronica do descobrimento e conquista da Guiné [HG-12674-V]
Cópia em JPEG
Índice
[Anterrosto]
[Estampa: Infante D. Henrique]
[Rosto]
Carta que Gomes eanes dazurara [...] escreueo ao Sn[h]or Rey quando lhe enviou este livro [Facsimile]
Introducção.
Começasse a tavoa dos capitollos desta cronica da Guinee.
Capitollo primeiro. Que he o prollego no qual o autor mostra qual sera sua entençom [...]
[1] 2 3 4 5 6 7 8
Capitollo IIº. Envocaçam do autor.
Capitollo IIIº. Em que conta a geeraçom de que descende o iffante dom Henrique.
Capitollo IVº. Que falla dos costumes do iffante dom Henryque.
Capitollo Vº. No qual falla [...] das cousas [...] que o iffante dom Henrique fez [...]
Capitollo VIº. No qual o autor [...] falla [...] acerca das vertudes do iffante dom Henrique.
Capitollo VIIº. No qual se mostram cinquo razooes porque o senhor iffante foe movido de mandar buscar as terras de Guynea.
Capitollo VIIIº. Porque razom nam ousavam os navyos passar a allem do cabo do Bojador.
Capitollo IXº. Como Gil Eannes, natural de Lagos, foe o primeiro que passou o cabo do Bojador, e como le tomou outra vez, e com elle Affonso G[onça]ll[ve]z Baldaya.
Capitollo Xº. Como Affonso Gonçalvez Baldaya chegou ao ryo do Ouro.
Capitollo XIº. das cousas que se fezerom nos annos seguintes.
Capitollo XIIº. Como Antam Gonçalvez trouxe os primeiros cativos.
Capitollo XIIIº. Como Nuno Tristam chegou onde era Antam Gonçalvez, e como o fez cavalleiro.
Capitollo XIIIIº. Como Antam G[onça]ll[ve]z, e despois Nuno Tristam, chegarom ante o Iffante com sua presa.
Capitollo XVº. Como o iffante dom Henrique envyou sua embaixada ao sancto Padre [...]
Capitollo XVIº. Como Antam G[onça]ll[ve]z foe fazer o primeiro resgate.
Capitollo XVIIº. Como Nuno Tristam foe aa ilha de Gete, e dos Mouros que filhou.
Capitollo XVIIIº. Como Lançarote requereo licença ao Iffante pera ir como seus navyos a Guinee.
Capitollo XIXº. Quaes eram os capitães das outras caravellas, e da primeira presa que fizerom.
Capitollo XXº. Como forom aa ilha de Tige, e dos Mouros que filharom.
Capitollo XXIº. Como tornarom, Lançarote, nos batees a Tider, e os Mouros que tomarom.
Capitollo XXIIº. Das razoões que fallou Gil Eannes, ecomo forom a Tider, e dos Mouros que tomarom.
Capitollo XXIIIº. Como foram ao cabo Branco [...]
Capitollo XXIIIIº. Como as caravellas chegarom a Lagos, e das razoões que Lançarote disse ao Iffante.
Capitollo XVº. Como o autor aquy razoa [...] sobre a piedade que ha daquellas gentes, e como foe feita a partilha.
Capitollo XXVIº. Como o iffante dom Henrique fez Lançarote cavalleyro.
Capitollo XXVIIº. Como o Iffante mandou Gonçallo de Sintra a Guinee, e per que guisa foe morto.
Capitollo XXVIIIº. Das razoões que o autor poem [...] acerca da morte de Gonçallo de Sintra.
Capitollo XXIXº. Como Antam G[onça]ll[ve]z, e Gomez Pirez, e Diego Affonso, foram ao ryo do Ouro.
Capitollo XXXº. Como Nuno Tristam foe a Tira, e dos Mouros que alla tomou.
Capitollo XXXIº. Como Dyas foe aa terra dos negros, e dos cativos que trouxe.
Capitollo XXXIIº. Como Antam G[onça]ll[ve]z, e Garcia Homem, e Diogo Affonso, partirom pera o cabo Branco.
Capitollo XXXIIIº. Como forom aa ilha de Ergim, e dos Mouros que em ella filharom.
Capitollo XXXIIIIº. Como Joham F[e]rr[nande]z chegou a as caravellas.
Capitollo XXXVº. Como Antam G[onça]ll[ve]z foe fazer o resgate.
Capitollo XXXVIº. Como tomarom os Mouros no cabo Branco.
Capitollo XXXVIIº. Como a caravella de Gonçallo Pacheco, e outras duas caravellas, forom aa ilha de Ergim.
Capitollo XXXVIIIº. Como Mafaldo tomou Rvj. Mouros.
Capitollo XXXIXº. Como sairom outra vez fora, e das cousas que fezerom.
Capitollo Rº. Como Alvaro Vasquez tomou os sete Mouros..
Capitollo RIº. Como tomarom os dez Mouros.
Capitollo RIIº. Como Alvaro Vasquez filhou os XXXV. Mouros.
Capitollo RIIIº. Como tornarom fora, e do Mouro que filharom.
Capitollo RIIIIº. Como foram aa terra dos Negros.
Capitollo RVº. Como filharom terra per força.
Capitollo RVIº. Da pelleja que ouverom, e dos Mouros que filharom.
Capitollo RVIIº. De como acharom as tartarugas na ilha.
Capitollo RIIIº. De como tornarom outra vez aa Ilha, e dos xpaãos que morrerom.
Capitollo RIXº. Como Lançarote e os outros de Lagos, requererom licença ao Iffante pera irem a Guinee.
Capitollo Lº. Como o Iffante respondeo aos de Lagos, e da armaçom que se fez sobre a dicta ilha.
Capitollo LIº. Como as caravellas partirom de Lagos, e quaes capitaães eram em ellas.
Capitollo LIIº. De como as caravellas aguardarom ao Cabo Branco, e como Lourenço Diaz achou as caravellas de Lixboa.
Capitollo LIIIº. Como Lançarote teve seu conselho no Cabo Branco.
Capitollo LIIIIº. Como acharom as outras caravellas na ilha das Garças, e do conselho que ouverom.
Capitollo LVº. Como sairom aquellas gentes na ilha de Tider.
Capitollo LVIº. Como tornarom outra vez a Tider, e dos Mouros que filharom.
Capitollo LVIIº. Como forom a Tira.
Capitollo LVIIIº. Das pallavras que disse Lançarote.
Capitollo LIXº. Das pallavras que disse Gomez Pi[re]z, e como forom a terra de Guinee.
Capitollo LXº. Como estas caravellas chegarom ao ryo do Nillo, e dos Guineus que filharom.
Capitollo LXIº. Como o autor falla algu[m]as cousas acerca do ryo do Nillo.
Capitollo LXIIº. Do poderyo do Nillo, segundo os astronimos, e de seu crecymento.
Capitollo LXIIIº. Como as caravellas partirom do ryo, e da vyagem que fezerom.
Capitollo LXIIIIº. Como Lançarote e Alvaro de Freitas filharom os Mouros.
Capitollo LXVº. Como Lançarote, e alvaro de Freitas, e Vicente Dyaz, tomarom lvij. Mouros.
Capitollo LXVIº. Como se ajuntarom de companhya Rodrigueannes, e Dinis Dyas.
Capitollo LXVIIº. Como as cinquo caravellas se tornarom pera o regno, e do que ante fezerom.
Capitollo LXIIIº. Como a caravella de Alvaro Gonçalvez Datayde, e a de Picanço, e a outra de Tavilla, fezerom conserva e dos Canareos que filharom.
Capitollo LXIXº. Como tomarom certos Canareos sobre segurança.
Capitollo LXXº. Como Tristam da Ilha, foe contra o Cabo Branco.
Capitollo LXXIº. Como os hom[n]s de Pallenço, tomarom os seis Mouros.
Capitollo LXXIIº. Das cousas que acontecerom a Rodrigueannes de Travaços, e a Dinis Diaz.
Capitollo LXXIIIº. Como se descobrirom os da segunda cellada, e como os Mouros foram vencidos.
Capitollo LXXIIIIº. Como Rodrigueannes, e Dinis Diaz, se tornarom pera o regno [...]
Capitollo LXXVº. Como a caravella de Joham G[onça]ll[ve]z Zarco chegou aa terra dos Negros.
Capitollo LXXVIº. Como o autor começa de fallar na maneira daquella terra.
Capitollo LXXVIIº. Das cousas que acontecerom a Joham F[e]r[nande]z.
Capitollo LXXVIIIº. Das legoas que estas caravellas do Iffante forom a allem do Cabo [...]
Capitollo LXXIXº. Que falla da ilha de Canarea [...]
Capitollo LXXXº. Que falla da ilha de Gomeira.
Capitollo LXXXIº. Da ilha do Inferno, ou Tanarife.
Capitollo LXXXIIº. Da ilha de Palma.
Capitollo LXXXIIIº. Como foe povoada a ilha da Madeira, e assy as outras ilhas que som em aquella parte.
Capitollo LXXXIVº. Como o iffante dom Henrique requereo a elRey os direitos da Canarea.
Capitollo LXXXVº. Como tornou a caravella dAlvaro Dornellas, e dos Canareus que tomou.
Capitollo LXXXVIº. Como foe morto Nuno Tristam em terra de Guinee, e quaes morrerom con elle.
Capitollo LXXXVIIº. Como Alvaro F[e]r[nande]z tornou outra vez aa terra dos Negros, e das cousas que la fez.
Capitollo LXXXVIIIº. Como as nove caravellas partirom de Lagos, e dos Mouros que filharom.
Capitollo LXXXIXº. Como Gomez Pirez foe ao ryo do Ouro, e dos Mouros que tomou.
Capitollo LRº. Dos Mouros que Gomez Pi[re]z tomou na outra aldea.
Capitollo LRIº. Do que aconteceo a Joam F[e]r[nande]z quando levava os Mouros.
Capitollo LRIIº. Como Gomes Pi[re]z, e os outros que com elle eram, filharom os outros Mouros.
Capitollo LRIIIº. Da caravella que foe a Meça, e dos Mouros que trouve.
Capitollo LRIV. Como Vallarte foe a terra de Guinee, e per que maneira foe sua ficada.
Capitollo LRVº. Como Antam G[onça]ll[ve]z foe receber a ilha de Lançarote em nome do Iffante.
Capitollo LRVIº. Como o autor declara quantas almas foram trazidas a este regno despois do começo desta conquista.
Capitollo LRVIIº. No qual o autor poem final conclusom de sua obra.
Glossario [...]
Erratas.
Índice > Capitollo XXXIº. Como Dyas foe aa terra dos negros, e dos cativos que trouxe. > 157
Primeira PáginaPágina AnteriorDiminuir imagemImagem a 100%Aumentar imagemPróxima PáginaÚltima Página
157 [40 KB]

Tipo:image/jpeg  Tamanho:40 KB  Cor:24 bpp  Resolução:72 dpi
© Biblioteca Nacional Digital - ContentE v.1.5 - 2006-12-06T19:27:51