[Poemas]
Anoitecer
[Nota de contabilidade doméstica]
Sou aquela que tudo a entristece: [1º vº]
Matei a ilusão dentro de mim: [1º vº]

Espanca, Florbela, 1894-1930
[Poemas]
[19--]; s.l.; 1 f.; aut.

Nota(s): Inclui, na primeira página, o soneto "Anoitecer", seguido de nota de contabilidade doméstica e, no verso, o soneto "Sou aquela que tudo a entristece: [1ºv.]" e uma quadra "Matei a ilusão dentro de mim: [1ºv.]".
BN Esp. N10/1
© Biblioteca Nacional Digital - ContentE v.1.2 - 2006-05-04T22:22:19