Biblioteca Nacional - Página Inicial Eça de Queirós

Estavam no Loreto; e Carlos parara, olhando reentrando na intimidade daquele velho coração da capital. Nada mudara. A mesma sentinema sonolenta rondava em torno à estátua triste de Camões.
In Os Maias, 1888

Lisboa. Estátua de Camões - 1868
Praça e monumento de Luiz de Camões
Fotografia, Moreira, 1868
In Album, Moreira Photographo, [1868], ft. 1
BN EA. 126 V.

    Anterior1880-1888Iconografia ficcionalOs MaiasLugares queirosianosSeguinte
Página Inicial

 

© 2000 BIBLIOTECA NACIONAL, Todos os Direitos Reservados